Empreendedorismo

23 de Setembro de 2020

Qual a diferença entre fluxo de caixa e capital de giro

Entenda a diferença entre fluxo de caixa e capital de giro

Antes de dar início às operações de uma empresa, é extremamente importante ter conhecimento sobre fluxo de caixa e capital de giro que, apesar da confusão que muitos gestores acabam fazendo, são categorias diferentes dentro do planejamento financeiro. 

Por isso, hoje nós iremos abordar os conceitos de cada assunto e as principais diferenças entre um e outro. Primeiramente, vamos falar sobre o conceito de capital de giro e o que define o fluxo de caixa: 

1) Capital de giro 

O capital de giro diz respeito ao investimento necessário para garantir a continuidade das operações da empresa a longo prazo. Em resumo, o capital de giro é quem garante o ‘bem-estar’ da saúde financeira de uma empresa. É ele quem proporciona a possibilidade de ações como:

- Recurso para financiamento de clientes (vendas à prazo);
- Compras de estoque; 
- Pagamento de fornecedores; 
- Pagamento de impostos, salários e despesas operacionais 

Dica: para ter um capital de giro é necessário um bom planejamento detalhando todos os gastos a curto e longo prazo, além de muita disciplina e boa gestão financeira.  

2) Fluxo de caixa 

Já o fluxo de caixa é como uma ferramenta de planejamento e controle financeiro utilizado no dia a dia de uma empresa. Ou seja, o fluxo de caixa é quem “cuida” de todos os recebimentos e pagamentos, lucros e gastos e de toda a previsão “de gastos” em determinado período.

O fluxo de caixa é importante para que a gestão do negócio tenha uma visão financeira do momento e do futuro, fazendo com que consiga visualizar com facilidade a disponibilidade de caixa da empresa. Isso garante decisões mais certeiras, um planejamento eficiente e minimiza dificuldades financeiras que a empresa possa enfrentar ao longo do tempo.

Para o desempenho de um bom fluxo de caixa é necessário registrar: 

- Recebimentos: Vendas à vista e a prazo, duplicatas, etc  

- Gastos/pagamentos: Compras à vista e a prazo, duplicatas, despesas, etc 

- Recebimentos e gastos previstos 

Dica: Um bom fluxo de caixa pode ser elaborado e mantido de maneira manual, ou de maneira automatizada com planilhas ou programas de gestão. Tudo depende da facilidade e disponibilidade da gestão em relação às ações necessárias. 

Então, qual a diferença do capital de giro e fluxo de caixa? 

Como vimos anteriormente, o capital de giro é aquele dinheiro que uma empresa mantém em “reserva” ou “estoque”, para manter o financeiro da empresa em desempenho. Ou seja, o capital de giro é o que garante o funcionamento do fluxo de caixa e um complementa o outro nas operações financeiras da empresa. 

Se o capital de giro está ok, isso gera segurança para que o fluxo de caixa funcione da melhor forma e, com o fluxo de caixa sem nenhuma pendência, o capital de giro da empresa segue intacto para futuras situações. Simples, né? 

E aí, viu como é importante manter tanto o capital de giro, quanto o fluxo de caixa “zerado” e com o devido controle? 

Outros conteúdos que você pode aproveitar: 

- 8 dicas para identificar uma oportunidade de negócio

- 10 dicas para ser um bom líder

- 6 dicas de administração para sua empresa

 

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias similares para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com o uso dessa tecnologia.