Empreendedorismo

16 de Outubro de 2020

Empreendedorismo: 8 dicas para iniciantes

Confira nossas dicas para empreendedores iniciantes

Seja por vontade ou necessidade, o empreendedorismo está no radar de muitos brasileiros. Segundo o último levantamento do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) de 2019, 53,4 milhões de brasileiros estão à frente de alguma atividade empreendedora no país. Mas, empreender está longe de ser uma tarefa fácil.  

Segundo algumas pesquisas do Sebrae, quase 25% das novas empresas acabam fechando as portas antes de completar dois anos de operação. Entre os motivos para que isso aconteça, está a falta de conhecimento e preparação por parte dos donos dos negócios. 

Sendo assim, hoje nós trouxemos algumas dicas para que empreendedores iniciantes não cometam os mesmos erros e alcancem o sucesso tão almejado. 

1) Entenda sobre empreendedorismo 

Antes de dar o primeiro passo para abrir uma empresa, é necessário entender um pouco sobre empreendedorismo para não cometer erros inconvenientes e corriqueiros. Para isso, busque fazer cursos de gestão, acompanhe outros empreendedores, busque ler sobre o assunto, procure informações em órgãos especializados e se dedique em aprender o máximo que puder sobre esse universo desafiador.  

2) Estude o mercado empresarial 

Não esqueça de estudar o mercado onde você pretende se inserir. Estude o segmento, o público-alvo, como o mercado se movimenta e se comporta, quem compõe esse mercado, e não deixe de analisar seus futuros concorrentes, além de tudo o que envolve o mercado financeiro e empresarial. 

3) Busque conhecimento sobre planejamento financeiro 

Mesmo que você pretenda contratar um administrador financeiro para tomar conta das finanças da empresa, é necessário que você conheça o máximo que puder sobre o assunto. Então, invista seu tempo para aprender sobre capital de giro, fluxo de caixa e tudo o que for necessário para manter a saúde financeira da sua empresa por muito tempo. 

4) Não esqueça do seu plano de negócios 

Não esqueça de, antes de iniciar qualquer operação em sua empresa, elaborar um bom plano de negócios. É o documento que determina seu objetivo e como você pretende alcançá-lo. Além disso, o plano de negócios ajudará a definir seu produto, sua praça, público-alvo, missão, visão e valores, etc. Ou seja, será o seu norte em relação à empresa. 


5) Saiba como liderar 


Saber como ser um bom líder também pode ser fundamental no processo de gerenciar seu próprio negócio. Mas, liderar nem sempre é uma tarefa fácil. Em outro conteúdo aqui no blog, nós reunimos algumas dicas sobre como exercer esse papel de liderança tão importante em uma organização. Você pode conferí-lo através do link: https://www.topwayschool.com/blog/10-dicas-para-ser-um-bom-lider 


6) Priorize o cuidado ao cliente 

Independente do segmento da sua empresa, respeitar o consumidor é fundamental pois, basicamente, você dependerá da vontade dele em consumir o seu produto ou serviço. Sendo assim, priorize o atendimento e cuidado ao cliente. Mantenha um bom relacionamento com seu público, satisfaça expectativas e invista na comunicação. 

Além disso, busque conhecer o seu público-alvo e clientela. Saiba quais são suas dores, seus hábitos, e como você pode ajudá-los. Tendo essas informações, você pode oferecer produtos e serviços personalizados, o que com certeza irá ajudar a conquistar e fidelizar clientes. 

7) Aprenda sobre negociação 

A negociação também é um pilar importante na operação de uma empresa. Então, se puder, busque conhecimento sobre o assunto. Saiba como negociar com fornecedores para ter um bom fluxo de caixa e como bônus ter menores custos ao repor estoques, lucros mais altos, entre outras coisas. 

8) Lembre de não confundir despesas pessoais com as da empresa 

Nunca, em hipótese alguma, confunda suas despesas pessoais com as despesas da empresa. Muitas vezes, por desorganização, empreendedores usam o dinheiro da empresa para pagar seus gastos pessoais, o que acaba interferindo diretamente na saúde financeira do negócio. 

Sendo assim, busque determinar um valor fixo de retirada mensal como uma espécie de salário para você mesmo. Além disso, tenha um valor fixo para investir em seu próprio negócio mensalmente, com o objetivo de estimular o crescimento de sua empresa. 

Extra: Cogite o sistema de franquias 

E, por último, cogite investir em uma franquia. Elas representam um modelo de negócio viável, principalmente para empreendedores iniciantes sem experiência com gerenciamento de negócios. Isso porque no modelo de franquia você conta com a experiência e o suporte do Franqueador, minimizando erros e altos custos durante a operação da empresa. 

Aqui no blog da TopWay, nós te contamos como fugir de furadas na hora de abrir uma franquia. Confira em: https://www.topwayschool.com/blog/abrindo-uma-franquia-7-passos-para-fugir-de-furadas 

E aí, o que você achou das nossas dicas? Pronto para abrir seu próprio negócio? Conta pra gente nos comentários! 
 

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias similares para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com o uso dessa tecnologia.