Inglês nas escolas: entenda por que ele não é suficiente para você

Por TopWay English School

No Brasil, as crianças têm aula de inglês desde o ensino fundamental até se formarem no ensino médio. Apesar da Lei de Diretrizes e Bases da Educação não considerar essa língua uma disciplina obrigatória, as necessidades do mercado de trabalho estão exigindo cada vez mais essa habilidade, o que tem influenciado a inclusão do inglês na escola.

Por TopWay English School

12/04/2017

Cultura

Acompanhando esse raciocínio e avaliando os anos disponíveis em que os jovens têm para estudar inglês, é de se esperar que, ao concluírem o ensino médio, eles já estejam fluentes na língua e aptos a concorrerem vagas de emprego melhores, não é mesmo?! Porém, vemos que o quadro é completamente diferente.

Por que o inglês na escola não é o suficiente?
Para a aquisição de qualquer conhecimento é necessário contato com o idioma, dedicação e tempo. O aprendizado de língua inglesa nas escolas está longe de ser o ideal, visto que elas raramente conseguem combinar estes 3 fatores de forma satisfatória.

Diferentemente dos cursos de inglês – em escolas de idiomas –, a maior parte das escolas de ensino básico do Brasil, principalmente as de rede pública, não oferecem a estrutura necessária para um ensino dinâmico e eficaz. Ferramentas como TVs e computadores com acesso à internet e a maioria dos recursos audiovisuais são restritos ou escassos.

Além disso, o inglês nas escolas não oferece o suporte para a conexão de vocabulário, conjugações e gramática, levando à falhas na comunicação. É comum também que haja turmas muito grandes, prejudicando a atenção e o foco dos alunos nas aulas de inglês.

Outro fator que também constitui um alerta para a má qualidade de ensino é a carência de capacitação dos professores, já que há a falta de recursos para o investimento em especialização em educação de língua estrangeira e pelo fato de muitas instituições não valorizarem o profissional.


Por que a fluência em inglês é necessária para o mercado de trabalho?
Dada a falta de estrutura e recursos nas escolas, o investimento em um curso especializado de inglês é uma alternativa interessante que deve ser considerada. Durante o andamento do curso, o aluno terá um contato muito próximo com a língua inglesa, o que é essencial para o aperfeiçoamento do aprendizado.

Os conhecimentos básicos de inglês (speaking, listening, reading e writing) são considerados pré-requisitos em muitas vagas de emprego no mercado de trabalho atual, além de serem fundamentais para se candidatar a qualquer vaga no exterior.

Não só para as oportunidades na área profissional, o conhecimento de uma língua estrangeira abre portas para um mundo de experiências pessoais que não é possível obter apenas com o inglês abordado dentro da maioria das escolas de ensino básico. Com o inglês, é possível aumentar a capacidade analítica e cognitiva, melhorar a autoestima e a autoconfiança, além de diminuir a insegurança no momento de se comunicar com outras pessoas em qualquer situação.

E agora?
Após aprender e praticar bastante o seu inglês, a próxima decisão importante será decidir em qual lugar do mundo você irá pousar. E acredite, você vai adorar esse desafio!

Aproveite para saber como escolher o curso de inglês ideal para você!

Receba nosso conteúdo em primeira mão, acompanhe nossa news!