Aprender Inglês

04 de Abril de 2019

6 dicas para você aprender a pensar em inglês

Veja algumas dicas para você aprender a pensar em inglês - um dos passos fundamentais para quem busca fluência no idioma

Aprender a pensar em inglês é um dos passos fundamentais para quem está buscando a fluência na língua inglesa. Mas, como assim, pensar em inglês? Pode parecer meio complicado mas com o tempo vai passar a ser algo completamente normal para você, tanto quanto pensar em português. 

Quando aprendemos a falar nos primeiros anos de vida, o processo acontece quase que naturalmente, certo? Apesar de fazermos esforço, o processo é mais simples porque tudo à sua volta está sendo falado e escrito na língua nativa. Para aprender uma outra língua, o processo é parecido. Você só precisa se rodear de coisas que facilitem o processo no seu dia a dia. 

Para aprender inglês, você deve fazer um processo de imersão no idioma. Deixar as configurações de seu telefone, notebook e redes sociais em inglês, ouvir músicas, podcasts, assistir filmes, séries, vídeos, documentários… Tudo o que puder facilitar o seu processo de assimilação e memorização da língua. Pensar em inglês faz parte dessas ‘tarefas’ que vão aprimorar seus conhecimentos. Você precisa acostumar o seu cérebro. E como fazer isso?  

1) Preste atenção nas coisas que acontecem à sua volta. Repare em tudo e pense: Como você diria o que está acontecendo em inglês? Como você diria o nome dos objetos que estão à sua volta? Como você definiria essa situação se estivesse conversando em inglês com alguém? 

2) Leia o máximo que você puder de conteúdos em inglês. Livros, textos, notícias. Busque algo em inglês sobre os assuntos que você tenha algum tipo de conhecimento prévio para que você entenda o contexto, mesmo que não entenda todas as palavras. 
Tente não usar tradução enquanto exercita. Reflita sobre o que você acha que aquilo quer dizer e só depois busque o significado daquelas palavras. E exercite todos os dias falando inglês. Assim você vai conseguindo se ambientar com a língua e memorizar as palavras. 

3) Mas, só ler não adianta. Você também precisa escutar em inglês todos os dias. O que você preferir: Podcasts, músicas, assista filmes ou séries. O que você precisa fazer é exercitar seu listening todos os dias e deixar seu ouvido cada vez mais ‘afiado’. 

Voltando à quando aprendemos a falar nos primeiros anos de vida: Nós aprendemos ouvindo. Por isso, muitas vezes, a nossa primeira palavra é aquela que nós ouvimos com muita frequência e insistência de nossos pais. No inglês com palavras novas é a mesma coisa. 

Busque conteúdos que você goste. Isso é essencial. Porque dificilmente você vai prestar atenção em algo que não curte, não é? Você precisa se identificar e direcionar toda a sua atenção para aquele conteúdo. 

4) Assim que você consumir algum conteúdo, pode fazer uma imitação das frases que escutou. Repita tudo o que você lembrar. A frase em si, o jeito que o personagem fala. Aqui é a repetição a palavra chave dos estudos em inglês. Você repetir o máximo que puder e fixar as palavras/expressões/frases em sua cabeça. 

5) Anote em inglês. Se você estiver em aula, na faculdade, e o professor disse algo em português, anote sobre isso em inglês. Não precisa ser uma tradução exata, mas, entenda a ideia e anote em inglês. Assim, além de você exercitar seu writing, você também se ambienta com as palavras e mantém elas fixadas no seu vocabulário. 

6)  Fale sozinho. Fale mesmo. Várias vezes. Crie diálogos. Não tem problema se você parecer um pouco maluco. Inclusive, se você perguntar para outras pessoas que já estudaram ou estudam inglês, com certeza elas dirão que também fazem isso. 

Pode parecer repetitivo destacar, mas aprender inglês precisa de muito exercício, e quanto mais você exercitar sua fala, mais vocabulário vai adquirir, vai se sentir mais confortável e confiante com as palavras. 

Você também pode destravar sua fala conversando com amigos que estudam ou sejam fluentes no idioma. Assim, os dois exercitam e você não se sente tão envergonhado de errar ou usar alguma expressão de maneira errada. 

E aí, gostou desse conteúdo? Vai começar a exercitar ou conhece outras formas para aprender a pensar em inglês? Conta pra gente nos comentários!