Aprender Inglês

06 de Setembro de 2019

7 erros de inglês que até os nativos cometem

Existem erros gramaticais e de pronúncia no inglês que até mesmo os nativos cometem, então pode ficar tranquilo (e atento também, é claro)

Conhecer um novo idioma como o inglês de forma natural e completa não é fácil, principalmente quando estamos longe de nativos e de países que têm como língua materna o idioma. Aprender a se comunicar na língua inglesa é um processo que exige bastante esforço e disciplina, mas que vale a pena quando conseguimos perceber os resultados de tanto esforço e dedicação. 

Entre exercícios e práticas, é comum cometer erros que acontecem como em qualquer outra coisa na vida, certo? Inclusive, nós, que somos fluentes no português, vivemos cometendo alguns erros básicos de gramática e fala, não é mesmo? Quando estamos falando em inglês ou em qualquer outro idioma esses erros também acontecem. 

E os nativos passam pela mesma coisa, então pode ficar tranquilo. Estamos vivendo e aprendendo, e os erros servem como um indicador e também  como incentivo para estudarmos mais e procurarmos melhorar sempre. 

Pensando nisso, hoje nós separamos alguns erros em inglês que até os nativos cometem, pra você se sentir mais tranquilo com seus erros, e também redobrar a atenção com essas palavrinhas. Vamos dar uma olhada? Let’s do it! 
 
1) You’re ou Your

Por existir uma pronúncia bastante parecida entre as duas palavras, acaba acontecendo muita confusão durante os diálogos do dia a dia. Vamos relembrar o que significa cada palavra? O You’re significa ‘você é’ ou ‘vocês são’. Já o your significa ‘seu’, ‘sua’, ‘seus’, ‘suas’. E quando usar cada expressão? 

Errado: You’re father wants to talk to you.
Correto: Your father wants to talk to you. / Seu pai quer falar com você. 

Errado: Your the best friend ever.
Correto: You’re the best friend ever. / Você é o melhor amigo de todos. 

2) Than ou Then

Esse erro bobo na troca de uma só letra muda todo o significado de uma frase e por isso precisamos prestar atenção. Utilizamos ‘Than’ para fazer comparações, semelhante ao nosso ‘do que’ no português. Já o ‘Then’, pode significar depois, então, aí, tudo vai depender do contexto da frase: 

Errado: She is taller then her sister. 
Correto: She is taller than her sister. / Ela é mais alta que a irmã. 
Errado: I went to the bank, than I went to the market. 
Correto: I went to the bank, then I went to the market. / Fui ao banco e depois ao mercado. 

3) It’s ou its

Apesar de MUITO parecidas, as duas palavrinhas têm um significado bem diferente. Enquanto It’s é uma contração de ‘it is’ (isto é), its é a forma possessiva do pronome it, que significa ‘dele’, ‘dela’. 

Errado: My dog is scratching it’s ear.
Correto: My dog is scratching its ear. / Meu cachorro está coçando a orelha dele.
Errado: Its my party.
Correto: It’s my party. / É a minha festa.

4) They’re, their ou there

Percebeu que na maioria dos casos é a pronúncia parecida que acaba sendo o grande vilão? Aqui é a mesma coisa. ‘There’ significa ‘lá’, ‘they’re’ é a abreviação de they are (eles/elas são), e their é o pronome ‘deles’, ou ‘delas’. 
Errado: There very friendly. 
Correto: They’re very friendly. / Eles são muito simpáticos.
Errado: I will be their unless it rains.
Correto: I will be there unless it rains. - Eu estarei lá a menos que chova.
Errado: There house was recently renovated
Correto: Their house was recently renovated. /  A casa deles foi reformada recentemente.

5) I ou me

Assim como no português, vemos pessoas confundindo ‘eu’ e ‘mim’, no inglês também. Existe muita confusão com o uso de  ‘I’ ou ‘me’, mas a gente te dá uma ajuda: O I deve ser utilizado quando a pessoa que está falando é responsável pela ação (sujeito da frase), já o me é no sentido contrário, quando a pessoa que fala recebe uma ação (objeto). 

Errado: My sister and me are best friends.
Correto: My sister and I are best friends. / Minha irmã e eu somos melhores amigas. 
Errado: My friend challenged I to a race
Correto: My friend challenged me to a race. / Meu amigo me desafiou para uma corrida. 

6)  Affect ou effect

Esse é outro erro bastante comum que os nativos cometem. O verbo e o substantivo acabam trocando de lugar em alguns textos/frases e mudando o sentido que a oração teria, porque, affect significa ‘afetar’, enquanto effect quer dizer ‘efeito’. 

Errado: The affects of the medicine are usually slow. 
Correto: The effects of the medicine are usually slow. / Os efeitos do remédio costumam ser lentos.
Errado: The new law effects the interests of small businesses. 

Correto: The new law affects the interests of small businesses. / A nova lei afeta os interesses das pequenas empresas. 

7) I were ou I was

Um erro bastante comum é em relação a quando usar was e were. Para evitar que isso aconteça com você, vamos te explicar de forma breve quando usar um ou outro: 

Tanto o was quanto o were são flexões do verbo to be no passado, certo? Was é usada com pronomes I (eu), he (ele), she (ela), it (pessoas, animais, lugares, objetos). Já were nós usamos com os pronomes  you (você), we (nós), you (vocês), e they (eles, elas). 

Porém, existem algumas exceções. Há uma forma de falar em que o verbo to be é usado de maneira diferente: quando estamos falando de uma situação hipotética utilizamos sempre o were. Veja alguns exemplos usando was e were: 

Mariana was my dentist. / Mariana era minha dentista.

The girls were at the museum. / As meninas estavam no museu. 

If I were an actor, I would like to work with this director. / Se eu fosse um ator, eu gostaria de trabalhar com esse diretor.

E aí, o que você achou? Vai dobrar a atenção em relação a essas palavras agora?