Intercâmbio

02 de Julho de 2019

Quer estudar nos EUA? Saiba como tirar o visto

Confira o passo a passo para conseguir o visto de estudante para os Estados Unidos

Para quem quer aprender inglês, garantir um diferencial no mercado de trabalho ou simplesmente viver outras experiências, investir num intercâmbio é com certeza uma das melhores opções.

E, felizmente, aqui no blog da TopWay English School nós estamos sempre dispostos a reunir o máximo de informação possível para facilitar o seu processo de aprendizagem no inglês e te manter imerso no idioma. Além de te dar dicas, como viver novas experiências que só o intercâmbio possibilita. 

E, se você pretende viver um intercâmbio e estudar em outro país como nos Estados Unidos, por exemplo, vai precisar de um passaporte, é claro, mas principalmente de um visto de estudante. Apesar do processo ser um tanto demorado e burocrático, no fim tudo vale a pena. Pode ter certeza. 

Pensando nisso, hoje nós separamos uma espécie de passo a passo para você tirar um visto de estudante para os EUA e viver essa experiência única de intercambista. Vamos dar uma olhada? 


Programa-se 

O primeiro e talvez mais importante passo para tirar o visto de estudante é com certeza a programação. Tirar um visto para os EUA é um pouco burocrático e demorado, ou seja, leva um tempo para você finalizar o processo e por isso você precisa se preparar com antecedência. 

Se você conhece pessoas que já passaram por esse processo, é uma boa alternativa conversar com elas para descobrir como foi essa experiência. 


Escolha uma instituição de ensino e seja aceito por ela

Antes de tirar um visto de estudante, você vai precisar, primeiro, ser aceito por uma instituição de ensino. Até porque, você não pode simplesmente decidir que vai estudar nos EUA e tirar o visto para isso, pois, ao longo do processo de solicitação você irá precisar comprovar que já tem tudo organizado para estudar lá. 

Além disso, o tipo de curso que você irá fazer também determina o tipo de visto que você deve pedir. Mas, como assim, ‘tipo de visto?’ 

Segundo o site da Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil, pessoas que pretendem frequentar uma universidade ou outra instituição acadêmica nos Estados Unidos deve solicitar um visto de estudante (F-1). Já para aqueles que querem frequentar uma instituição profissional e ou não-acadêmica, devem solicitar o visto não acadêmico (M-1), e para quem está interessado em cursos curtos, como intercâmbio de trabalho de curta duração ou cursos de pós-graduação, é preciso solicitar o visto J-1.

Envie toda a documentação para a escola/instituição/universidade

Após entrar em contato com a escola, se inscrever no curso desejado e receber o ‘aceite’, você precisa enviar a documentação necessária para solicitar seu visto. Os processos de matrícula - tanto para escolas de ensino médio ou cursos de idiomas, quanto para universidades - variam de instituição para instituição, portanto você deve verificar quais as necessidades de sua escola. 

O que é bastante comum entre as instituições americanas é que você precise provar os meios financeiros para se sustentar durante o seu período no país. Isso porque, o visto de estudante não dá o direito de trabalhar no país, apenas algumas exceções para realizar estágios (mas isso depende muito do tipo de programa de estudos). 

Após analisar seus documentos, a instituição deve lhe enviar uma carta de aceite, que será a base de seu processo para o visto. 

Preencha os formulários necessários 

Durante o processo de solicitação, você também deve preencher alguns formulários. Um deles é o DS-160, necessário para qualquer pessoa que queira um visto para os EUA. Quando finalizar, tire um print, e, se possível, imprima a página de confirmação. 
Além do DS-160, você também precisa preencher o formulário chamado I-20 (ou DS-2019, dependendo da instituição), que deve ser enviado pela instituição de ensino onde você foi aceito até 4 semanas depois da aprovação (você irá precisar apresentá-lo no dia de sua entrevista). Assim que receber, você deve conferir seu nome e outros dados pessoais. Caso não receba, entre em contato com a instituição para evitar futuros problemas. 

Pague a taxa SEVIS 

Após o recebimento do formulário I-20, você deve se registrar no Sistema de Informações sobre Estudantes e Participantes de Intercâmbio - SEVIS. Com esse registro, você deve efetuar o pagamento de uma taxa que varia entre US$180 e US$200, dependendo do tipo de curso que você irá frequentar. 

Obs: Para realizar o pagamento da SEVIS, você precisará informar sua SEVIS ID, item informado no formulário I-20 ou DS-2019, por isso é tão importante ter todos os documentos e formulários organizados. Quando realizar o pagamento, lembre novamente de fazer um print ou imprimir a página de confirmação. 

Se inscreva no site para marcar a entrevista

Você também precisa se cadastrar para solicitar um visto e marcar a entrevista no consulado americano. Siga os passos indicados, informando os números de seus documentos e respondendo com sinceridade as perguntas. 

No dia da entrevista, lembre-se de levar os documentos que comprovem seus planos de estudar nos EUA, sua condição de se sustentar financeiramente e a sua intenção de voltar após a conclusão do curso. 

Além disso, você deve apresentar o formulário DS-160, o passaporte com validade no fim do período de estudos, a página de confirmação de preenchimento do formulário de solicitação do visto, o formulário I-20 (ou DS-2019), o recibo de pagamento da taxa SEVIS. 

Esteja preparado para responder perguntas como ‘Por que você pretende estudar nessa universidade e não em outras?’, ‘Onde você vai morar durante sua estadia?’, ‘Quanto tempo pretende ficar por lá?’, entre outras.

Acompanhe o processo 

Depois de realizar todas as etapas necessárias, você pode acompanhar o seu processo de solicitação usando informações com as quais você se cadastrou no site da embaixada. Além disso, as comunicações entre a embaixada e solicitantes de visto também acontecem por e-mail. 

Por hoje é só! Se você for iniciar esse processo e precisar de ajuda ou sentiu falta de alguma informação, entre em contato com a gente! 

E ahhh, saiba que, além de dicas como essas, a Topway também oferece uma metodologia de imersão, onde os alunos interagem com o idioma desde o primeiro dia de aula. Afinal, o inglês é uma das línguas mais faladas no mundo, e você não pode ficar de fora.