Empreendedorismo

09 de Janeiro de 2020

Franchising: saiba tudo sobre esse modelo de negócios

Conheça o franchising, o modelo de negócios que mais cresce no mercado financeiro

Você já deve ter ouvido por aí que uma franquia de tal lugar custa tanto, ou que o amigo de fulano está pensando em abrir uma franquia e ficou se perguntando: mas o que é exatamente uma franquia? 
Para sanar sua dúvida, hoje nós viemos explicar, de forma bem simples, o que é uma franquia, quais os tipos de franquia e os benefícios de investir nesse tipo de negócio. 

Basicamente, uma franquia é onde uma determinada empresa concede seu modelo de negócios e direitos a uma pessoa (física ou jurídica), para que ela abra uma segunda (ou terceira e assim por diante) unidade de sua empresa. Isso acontece mediante pagamento de royalties, negociação e autorização. 

Segundo a própria Lei 8.955/94 “Franquia empresarial é o sistema apelo qual um franqueador cede ao franqueado o direito de uso da marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos ou serviços.”

Ou seja, o dono de uma empresa desenvolve um modelo de empresa, que é “copiado” e transferido para uma unidade, com o mesmo nome, mesmo padrão de produtos e serviços, mas que é gerenciado por outra pessoa. 
Por exemplo, a TopWay English School, fundada em Pelotas/RS em 2004 por três empresários que iniciaram o processo de expansão da rede em 2007, permitindo que outros investidores abrissem suas próprias unidades, ou melhor, franquias dentro da rede. 

Início do franchising 

Estima-se que o modelo de negócio de franchising teve início na década de 50, em Londres, na Inglaterra. No Brasil o modelo ganhou popularidade a partir da década de 60, com o crescimento de algumas redes de escolas de idiomas. 

Já em 1987, foi criada a ABF -  Associação Brasileira de Franchising, uma entidade sem fins lucrativos que tem como principal objetivo promover a cultura do franchising e contribuir para o mercado de franquias no país. 

E como funciona esses modelos de franquias? 

O franchising funciona através de uma correlação e interdependência entre a franqueadora (a marca ‘original’) e o franqueado (investidor/empreendedor). Correlação porque as unidades são gerenciadas pelos franqueados mas seguem um padrão e uma série de normas da franqueadora. 

Por usar a imagem e o nome da marca, o franqueado paga uma taxa de royalties, que é calculada com base no faturamento da unidade. Indo ao encontro da parceria firmada com a franquia e o franqueado, a franqueadora deve dar todo o suporte necessário às unidades, disponibilizando informações, treinamentos e ajudando a buscar soluções e melhorias. Ou seja, eles trabalham juntos e crescem juntos. 

A TopWay English School oferece diferentes modelos de negócio para franquias em diferentes tamanhos de cidade, que variam entre a Compact, ideal para cidades com até 60 mil habitantes e a Premium, desenvolvida para cidades com mais 400 mil habitantes. 

Como adquirir uma franquia? 

Bom, o primeiro passo (e o mais importante) para quem pretende abrir uma franquia é fazer uma análise bastante aprofundada das oportunidades. É preciso entrar em contato com empresários e com as franqueadoras para que seja possível analisar os riscos, oportunidades de crescimento e a realidade do mercado. 

Um conselho muito bom é sempre analisar os relatórios da ABF, que trazem dados e números do setor franchising de uma maneira bastante simples e detalhada. Assim você pode ter uma noção dos melhores tipos de negócio para investir. 

Mas, o que nós podemos te dizer é que, o modelo de franquias traz muito benefícios. Tanto para o franqueado, quanto para a franqueadora. Veja alguns exemplos: 

Para o franqueado:

- Possibilidade/oportunidade de abrir um negócio sem precisar ter experiência prévia no setor; 
- Investimento em um modelo de negócios testado, que funciona; 
- Troca de experiências com outros franqueados e com a franqueadora, ajudando a construir a marca; 
- Investimento em uma empresa com marketing integrado; 
- Contar com suporte técnico, administrativo e financeiro através da franqueadora.  

Para a franqueadora

- Ganho através da expansão mais rápida de seu negócio e marca;
- Fortalecimento da marca através das franquias; 
- Aperfeiçoamento das operações; 
- Possibilidade de se concentrar mais na produção e desenvolvimento de novos produtos e serviços ao invés de fazer o gerenciamento de uma unidade só. 

E aí, o que você achou? Pensando em investir em uma escola de idiomas? Conheça o modelo de expansão TopWay!