Músicas

13 de Março de 2019

Dicas de como usar a música na hora de aprender inglês

Saiba como a música pode ser uma alternativa atraente para quem busca a fluência em um novo idioma

Você gosta de música? Todo mundo não gosta, não é? Mas você sabia que é possível utilizá-la na hora de investir no seu aprendizado em inglês no seu dia a dia?

Aprender um idioma diferente não é uma tarefa fácil. Sem muita experiência ou contato com a língua, pode ser um tanto dificultoso começar essa jornada do zero. Mas keep calm porque estamos aqui pra te ajudar a percorrer esse caminho com mais tranquilidade. Neste post, buscamos unir a necessidade e importância de aprender o inglês com aquela que acreditamos ser um grande atrativo para públicos de todas as idades e gêneros: a música. 
 

A música 
Não podemos negar que a música tem um protagonismo em nossas vidas quase que incomparável. Um excelente parceiro de homens, mulheres, adultos e crianças, a música é companhia em caminhadas, no shopping, na estrada, no trabalho, nos estudos, e hoje em dia está presente até em cirurgias. Sim, isso mesmo. 

O Hospital Universitário Cardiff, do País de Gales, divulgou uma lista de músicas que os médicos gostam de ouvir em cirurgias. Inclusive, em 2014, a consultoria britânica MindLab International divulgou que 88% das pessoas tem um aproveitamento profissional melhor e 81% são mais ágeis ao cumprir suas atividades quando estão ouvindo música. 


Aprendendo inglês
Entender, escrever e falar uma língua diferente, principalmente o inglês, têm sido um ponto essencial no mundo globalizado. Todos os dias encontramos palavras na língua inglesa em anúncios e nas redes sociais, por exemplo. No geral, buscamos falar inglês para ter um diferencial no meio acadêmico e no mercado de trabalho, conhecer um outro país ou até mesmo para socializar. 

Por fim, aprender uma língua diferente pode ser trabalhoso, principalmente quando se está, geograficamente, longe do país estrangeiro e ou de nativos, mas esse processo pode se tornar mais fácil se incluirmos aquilo que gostamos. 
 

Mas peraí, o que uma coisa tem a ver com a outra? 
Desde a infância, usamos a música como ferramenta de aprendizagem para conhecimento em diversas áreas. Inclusive, a música facilita o processo de aprendizagem da língua materna. A criança quando em contato com a música, enfrenta com mais clareza o caminho da alfabetização. 

Isso porque a música é um incentivo à linguagem, auxilia na aquisição de vocabulário e nos ajuda a memorizar. Quando praticamos com música, ativamos áreas específicas do cérebro ligadas às emoções e à memória, o que torna mais fácil a fixação daquilo que está sendo ouvido.

O mesmo processo serve para idiomas desconhecidos? Sim, sim, sim. Para pessoas que buscam aprender ou atualizar noções sobre um idioma estrangeiro, a música pode ser um estímulo e tanto. Da mesma forma que outros incentivos como séries e filmes, incluir a música no momento de aprendizagem do inglês é incrível para auxiliar no conhecimento de verbos, gírias, além de ajudar a memorizar palavras, expressões, pronúncias, etc. 

Agora que sabemos que a música pode tornar todo esse processo mais fácil dentro e fora da sala de aula, que tal tentar? Sim? Então calma aí, porque nós temos algumas dicas pra você: 

● Escolha músicas que lhe agradem e que você queira aprender e reproduzir. Se você não tiver muito interesse por certo ritmo ou banda, pule pra próxima faixa. É mais fácil aprender com aquilo que gostamos. Tente montar uma playlist com ritmos e letras diferentes, assim você pode estudar pronúncias, expressões; 

● Depois de montar sua playlist e exercitar bastante o seu canto, tente deixar a letra um pouco de lado e utilizar a memória. É uma ótima forma de exercitar e você pode aperfeiçoar suas habilidades de escuta: 

● Não deixe de ouvir as músicas enquanto acompanha a letra. Uma outra dica é utilizar plataformas como o Youtube para encontrar vídeos legendados, pra você acompanhar a canção numa espécie de karaokê;

● Busque por composições com letras medianas. Não muito simples nem muito difíceis, com expressões e palavras utilizadas com mais frequência;

● Estude as letras. Leia e cante junto. Procurando pela letra em algum mecanismo de pesquisa e estudando cada frase, você pode exercitar sua leitura, reading, em inglês. 

Resolveu tentar? Que tal contar para a gente como foi essa experiência e quais as músicas que você escolheu para exercitar?