Dicas

22 de Dezembro de 2021

Como funciona um curso de conversação em inglês?

Quer destravar o seu inglês? Vamos explicar como funciona um curso de conversação e o que você tem a ganhar com esse investimento.

“Eu entendo tudo o que falam e até consigo ler, meu problema mesmo é falar.” Você se identifica com essa frase? Não se preocupe, você não está sozinho!

Professores de inglês escutam isso de alunos brasileiros o tempo todo, isso porque apesar do contato constante que temos com essa segunda língua através de filmes, séries, músicas, da internet e de diferentes tecnologias, temos poucas oportunidades de praticar o que aprendemos e de testar nossas habilidades de comunicação.

Entenda como funciona um curso de conversação em inglês e esteja preparado para embarcar nessa aventura rumo à fluência em uma segunda língua. Preparado(a)? Então, vamos!


Como funciona um curso de conversação

Basicamente, um curso com foco em conversação oferece ao aluno aulas dinâmicas voltadas principalmente - mas não exclusivamente - à prática da competência oral, ou seja, ao speaking. 

Assim, os materiais são preparados pensando em situações reais de uso do inglês na hora de se comunicar com outras pessoas. As práticas também são pensadas para estimular a conversação e a troca de ideias entre os alunos.

É claro que o material dessa aula envolve também questões gramaticais e lexicais, afinal, você não se comunica se não souber o básico de gramática e vocabulário, mas o foco aqui não é esse, e sim fazer com que você tenha a oportunidade de se comunicar com outros colegas e treinar essa competência oral em outro idioma.

Além disso, é nesse tipo de aula que você tem maiores chances de corrigir sua pronúncia, já que as atividades desenvolvidas favorecem esse tipo de aprendizado. Afinal de contas, em uma conversa você também pratica a sua competência de listening  e pode corrigir a sua fala com base no que o professor diz.

Mas isso não significa que você vai só aprender a falar e esquecer de outros pontos importantes.

Aulas regulares vão praticar diferentes habilidades no decorrer do seu aprendizado: listening, speaking, writing e reading são habilidades interconectadas que, junto com o aprendizado gramatical e de vocabulário, vão ajudar você a se tornar fluente. 

Isso quer dizer que bons cursos de inglês, sejam eles regulares ou não, fazem você praticar o seu speaking desde o primeiro momento. 

Ou seja, a diferença entre uma escola regular de inglês e um curso de conversação não é que em um você não fala nada e no outro você fala sempre: uma prática de conversação pode – e deve! – estar presente em uma aula regular, assim como as aulas de conversação também vão fazer você desenvolver outras habilidades. 

Então, qual é a diferença? 


Curso de Conversação x Curso Regular de Inglês

As aulas de conversação em inglês servem para dar maior atenção a uma habilidade específica: o seu speaking.

Para ter mais foco na conversação, o professor vai trazer materiais de estudo mais flexíveis e variados, vai trabalhar a gramática e o vocabulário com o objetivo de facilitar a comunicação e vai ter uma dinâmica de sala de aula comunicativa e participativa. O que isso quer dizer? Vamos explicar em detalhes:


Materiais de estudo

Em uma escola regular, você terá o auxílio de um material didático que é geralmente estruturado em torno de tópicos gramaticais, temáticas, vocabulário e atividades (algumas delas de conversação) que vão ajudar você a dominar aquele conteúdo e ser capaz de se expressar daquela forma. 

Geralmente, nesses casos, o estudante segue a estrutura e os passos desse material didático, enquanto nas aulas de conversação os professores buscam materiais em diferentes lugares: jornais, revistas, blogs, YouTube... é mais comum que o material seja atual e autêntico. 

Ou seja, estamos falando daqueles artigos e vídeos que não foram criados especificamente para o ensino de inglês, e sim desenvolvidos com o objetivo natural da comunicação de ideias entre pessoas. Isso garante ao aluno o acesso à língua como ela é falada de verdade, na prática. 

Essa diversidade no material também permite ao professor trazer tópicos que interessem aos seus alunos: os melhores cursos de conversação são aqueles em que os professores criam as aulas a partir dos interesses dos alunos.


Gramática e vocabulário

Os materiais didáticos dos cursos regulares são pensados tendo em mente fornecer gramática, vocabulário e expressões necessárias para que o aluno complete as tarefas e domine o conteúdo de cada unidade. 

Nas aulas de conversação, a gramática e o vocabulário vão receber atenção na medida em que essa necessidade surge no momento da prática da conversação: caso o aluno não saiba como falar “jornal”, por exemplo, ou “notícias”, o professor vai apontar para esse vocabulário específico como sendo “newspaper” e “news” e facilitando a comunicação.

Ou seja, os conteúdos linguísticos são adaptados a uma situação real de uso da língua. Legal, né?

A gramática também vai aparecer dessa forma, apenas o suficiente para permitir que o aluno se comunique bem no contexto daquela prática. 

Se você quer falar sobre suas experiências de vida, o professor provavelmente vai lembrar você do (temido!) Present Perfect através de um exemplo: “I have traveled to many countries”. Isso ajuda você a se expressar de forma correta em inglês, mas sem precisar parar a aula para analisar um tópico gramatical a fundo.


A dinâmica da sala de aula

Aulas de conversação geralmente têm uma dinâmica mais descontraída e você tem mais chances de socializar com o professor e com os colegas justamente porque atividades gramaticais e escritas são menos frequentes.

Isso não quer dizer que aulas de conversação são mais fáceis e que o professor nunca vai corrigir o que você fala: na verdade, aulas de conversação apresentam seus próprios desafios e o professor deve estar atento à sua fala e à forma como você se expressa para dar o feedback adequado e ajudar você a melhorar. 

Você também deve estar disposto a dar sua opinião sobre os tópicos sendo trabalhados, argumentar, conversar com os colegas para tirar o maior proveito das aulas. Isso pode ser um desafio se você é mais tímido ou se você ainda está no início da sua jornada com o aprendizado de inglês.

Por isso e também pelo fato de que você já deve ter uma base gramatical para participar dessas aulas, o ideal é que comece a ter aulas de conversação depois de completar o nível iniciante no idioma.


E agora, qual curso de inglês devo fazer?

Agora que você sabe as diferenças básicas entre aulas de conversação em inglês e uma escola regular, como saber qual o melhor curso para você?

Para fazer a escolha certa, você precisa ter algumas coisas em mente:


1. Seu nível de inglês

Se você nunca estudou inglês ou não tem um conhecimento básico do idioma, você pode aproveitar pouco das aulas de conversação e acabar se frustrando. 

É importante que você comece as aulas de conversação depois de ter alguma experiência, seja formalmente por meio de um curso regular, seja estudando sozinho.


2. Seu estilo de aprendizado

Se você é uma pessoa que prefere não se prender por nomenclaturas gramaticais e tem maior facilidade de aprender através da prática ao invés de através de exercícios e atividades controladas, as aulas de conversação podem ser a melhor opção para você!


3. Seus objetivos

Por que você está estudando inglês? Se o seu objetivo é a comunicação, nada melhor do que aulas de conversação para levar você à fluência em inglês. Mas se você precisa usar um segundo idioma na sua vida profissional e acadêmica, principalmente para leitura e escrita, um curso regular pode ser uma opção mais completa.

Agora, você já sabe a importância da prática de speaking para a sua fluência e que tem um tipo de aulas só pra isso. Mas é importante lembrar que uma boa escola vai fazer você praticar a comunicação desde a primeira aula! 

Na TopWay, você se matricula na nossa escola regular de inglês e pratica a conversação desde o início, tendo até mesmo uma aula só de conversação por semana! 

Além disso, aqui na roxinha, você também encontra um curso de conversação para quem já fala inglês, ou seja, perfeito para quem já é expert no assunto e quer manter o contato com a língua para não perder o hábito de se comunicar em outro idioma.

Seja na modalidade online ou presencial, nas aulas regulares você já tem condições de praticar todas as habilidades do inglês, e o nosso curso de conversação tem aulas voltadas especificamente para os seus interesses, contando com a marca da TopWay: o ensino imersivo! Ficou interessado? Vem pro mundo roxo!

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias similares para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com o uso dessa tecnologia. Para saber mais acesse aqui