Dicas

19 de Julho de 2018

Como validar seu diploma para trabalhar nos EUA?

D escubra quais etapas você deve seguir para validar seu diploma no EUA

Muitas pessoas pensam em morar e trabalhar nos Estados Unidos. Mas para exercer a tão sonhada profissão em solo americano, validar o diploma é algo essencial. Quanto antes você começar a lidar com isso, melhor será.

Felizmente, suas principais dúvidas serão sanadas a seguir. Continue a leitura e descubra as etapas que você deve seguir para validar seu diploma nos EUA!

 

Solicite a tradução juramentada dos documentos exigidos

A primeira medida consiste em traduzir o diploma e demais documentos pessoais exigidos durante o processo de validação do diploma. Contudo, observe que traduções “comuns” são inválidas. Você precisa de uma tradução juramentada.

Essa tradução é aquela usada com o fim de conceder autenticidade legal a uma série de documentos, como diplomas e certidões de nascimento. No caso da validação do certificado nos Estados Unidos, estamos falando sobre os seguintes papéis:

Certidão de nascimento ou casamento;
Documento de identidade;
Histórico escolar completo da graduação (deve conter a data de obtenção da Graduação e o conjunto de conceitos atribuídos a cada disciplina realizada);
Declaração de conclusão do curso;
Diploma;
Certificação do respectivo conselho regional (para as profissões reguladas por tais órgãos).


Vale ainda destacar que, no Brasil, os tradutores juramentados podem ser localizados via junta comercial (de qualquer Estado). Já nos Estados Unidos, as universidades mantêm uma lista desses profissionais. No entanto, lá o serviço é mais caro. Logo, é altamente aconselhável que você solicite o procedimento ainda no Brasil.

 

Inicie o processo de acreditação

Validar o diploma passa pela etapa de “acreditação”, que se refere ao reconhecimento de que você pode exercer determinada profissão nos Estados Unidos. O processo é semelhante ao controle realizado pela OAB, por exemplo. Nos EUA, essa “acreditação” se aplica a uma série de profissões.

Para obter esse atestado, você deverá submeter seus conhecimentos em uma prova — que é paga juntamente com algumas taxas. Como o conteúdo da avaliação está totalmente em inglês, o domínio desse idioma deve ser impecável. De certo modo, esse exame também analisa o nível de proficiência na língua inglesa.

A emissão do certificado leva de 5 a 12 meses. Além disso, saiba que ele só é válido no estado americano que houver reconhecido o diploma.

 

Particularidades dos cursos da área médica

 

Teste que valida a residência médica

Com relação aos cursos da área médica (medicina e psicologia, por exemplo), o grande problema é que as residências realizadas em território brasileiro são desconsideradas nos EUA. Assim, será necessário passar por um novo período de residência por lá.

Após pagar as taxas referentes ao UMSLE (exame que autoriza a prática médica nos EUA), será feito o agendamento. Você pode agendar e efetuar o exame, constituído de 4 testes, ao longo de todo o ano.

Com isso em vista, só faça essa prova quando estiver realmente preparado. Afinal, você terá uma única chance de atingir a nota esperada. Sim, a reprovação é irrevogável! E um dos testes consiste na simulação do atendimento de 10 pacientes. Daí a importância do inglês fluente.

 

Residência na prática

Feita a prova, você será classificado e direcionado para determinadas residências médicas nos EUA. A definição depende de uma combinação de interesses (os seus e os das instituições que disponibilizam as vagas). Finalmente encaminhado a uma residência, você poderá solicitar um visto condizente com sua condição naquele país.

 

Particularidades dos demais cursos

 

Disparidade entre grades curriculares

No restante dos cursos, o problema é um velho conhecido do universitário brasileiro: a divergência de grade curricular. Isso já acontece no Brasil, mas, nos EUA, a disparidade aumenta. Então, será necessário cursar as disciplinas faltantes.

 

Estágios e exame final

A participação em programas de estágio é igualmente obrigatória, assim como a realização de um exame final em inglês (a chamada board). Ele é composto por questões que visam avaliar o aprendizado obtido no decorrer do curso.

Algumas etapas e cuidados são fundamentais para validar diploma nos EUA. Entretanto, tenha a certeza de que com uma boa preparação e com um inglês primoroso, você será bem-sucedido nesse processo!

Agora que você sabe de tudo o que precisa fazer para validar seu diploma nos EUA, acompanhe nossas redes sociais para receber mais informações valiosas como essas!