Aprenda como você pode descobrir qual é o seu real nível de inglês

Por TopWay English School

Seja para colocar no seu currículo ou para começar um novo curso, você precisa saber o seu real nível de inglês e pode descobrir lendo este post.

Por TopWay English School

21/09/2017

BusinessCulturaViagens e LínguasTopWay English School

É uma tendência a supervalorização da proficiência em inglês e muitas pessoas passam sufoco quando precisam comprovar o que declararam. Entretanto, é muito comum a dúvida na hora de especificar o nível de inglês, pois estar no nível básico, intermediário ou avançado depende de diferenças minuciosas.

Seja para colocar no seu currículo ou para começar um novo curso, você precisa saber o seu real nível de inglês, posto que uma informação como essa, apresentada erroneamente, pode te dar muita dor de cabeça.

 

O que representa cada nível de inglês?

Existem diferentes formas de avaliação dos níveis de inglês, geralmente elas são nomeadas de básico, intermediário, avançado e fluente. No caso da fluência, esse é um nível que exige a imersão na língua inglesa, algo possível com o contato real e a vivência com pessoas anglófonas. Neste post, o foco está nos outros três níveis que são mais difíceis de serem identificados.

 

Básico

Capacidade de compreender e usar palavras e expressões do cotidiano, fazer perguntas e dar respostas simples, como o lugar onde vive e conseguir conversar, mesmo que lentamente.

 

Intermediário

Capacidade de compreender textos complexos, descrever, com clareza, situações específicas e ainda, argumentar e demonstrar espontaneidade em uma conversa.

 

Avançado

Habilidade de interpretar textos de diferentes áreas, se expressar de forma espontânea, organizar as palavras, articular bem as frases e falar de forma coesa.

 

Como diferenciar o nível básico do intermediário?

Podemos notar que entre o nível básico e o intermediário, as diferenças são bem minuciosas e podem ser facilmente confundidas. Para ter o nível básico é preciso, por exemplo, mais do que conhecer o verbo “to be: é necessário saber colocá-lo em prática. Porém, em um nível intermediário, seus conhecimentos devem ir além de estruturar frases e conhecer palavras simples.

 

Qual a diferença entre as habilidades de vocabulário e de pronúncia?

O ensino de línguas envolve quatro habilidades: audição, leitura, escrita e fala. Conhecer o vocabulário usado para o dia a dia demonstra o conhecimento básico da língua, porém o uso de palavras sinônimas pode certificar o seu nível intermediário.

No caso da pronúncia, alguns erros simples como pronunciar errado palavras muito usadas no cotidiano ou não pronunciar o “th” — pronúncia não existente no português — como um nativo indica um nível básico, ou seja, pouco treino. Para um nível intermediário uma conversa precisa fluir sem que se tenha muitas dúvidas sobre o que está sendo falado.

 

Como identificar o nível e leitura e de escrita?

A leitura e escrita nos níveis avançado e fluente não precisa ser questionada. Porém, para quem está no nível básico, pequenos textos e diálogos devem ser escritos de forma coerente e gramaticalmente adequados. Para pessoas com um inglês intermediário na escrita é essencial que se apresente mais informações e palavras mais complexas do que as usadas em textos simples e básicos.

Ler uma receita, um catálogo de um restaurante ou pequenos textos é uma tarefa fácil para quem se encontra no nível básico. Agora, pessoas com nível intermediário já conseguem compreender textos mais completos e com mais informações variadas.

 

Por que não dividir os níveis de acordo com as habilidades?

Algumas pessoas se encontram em níveis maiores em umas habilidades em relação às outras, porém, não é nada aconselhável que se faça essa divisão no momento de expor o seu nível. Você precisa fazer um apanhado geral.

 

Onde você pode testar o seu nível de inglês?

Para testar o seu nível na língua e não precisar fazer isso no chute, existem diferentes testes pela internet. Entre os mais confiáveis está o teste Cambridge English, mas você também pode optar por outros como o Teste Meu Inglês, ou ainda, fazer os dois e depois comparar os resultados para ter uma ideia mais real do seu nível de inglês.

Você também pode procurar por testes pagos como o TOEIC e TOEFL, preparados por instituições renomadas para tal. Eles são importantes para certificar a validade dessas informações. Além disso, não se deve dispensar a ajuda de um profissional antes de testes como esses, pois você precisa estar preparado para fazê-los.

 

Se você gostou do post, compartilhe-o em suas redes sociais e espalhe as nossas dicas sobre nível de inglês!

Receba nosso conteúdo em primeira mão, acompanhe nossa news!