Aprender Inglês

07 de Junho de 2021

8 dicas para melhorar a pronúncia em inglês

Precisa melhorar a pronúncia em inglês? Confere essas dicas aí!

Muitos estudantes de inglês dominam a gramática, mas se veem perdidos quando o assunto é conversar em inglês com um falante nativo. E, bom, o objetivo de todo aprendiz da língua inglesa é conseguir ser compreendido, né?

Mas não se preocupe! Você não está sozinho nesse barco e, felizmente, existem técnicas para melhorar a sua pronúncia em inglês. Aqui vão 8 das nossas favoritas:
 

1. Aumente o seu vocabulário


Primeiramente, você precisa de uma grande variedade de vocabulário e conhecer a pronúncia correta das palavras.

Estipule uma meta diária, semanal, ou o que for melhor para você. O importante é se comprometer e realmente cumprir, além de não exigir demais de si. Mesmo que você só tenha tempo para aprender uma palavra por dia, vale a pena tentar. Após um ano, você terá aprendido 365 novas palavras em inglês!

Lembre-se: você não pode aprender as palavras fora de contexto. Em outro conteúdo, nós trouxemos algumas dicas de como memorizar o vocabulário.

Você também pode utilizar dicionários online que possuem a pronúncia das palavras, como o Cambridge Dictionary. Assim, você aprende a palavra e a sua pronúncia correta.
 

2. Melhore o seu ritmo de fala com o shadowing


Saber falar as palavras é ótimo, mas não é só sobre isso a pronúncia em inglês, certo?

Sempre que você tiver contato com a língua falada, preste atenção em:
 

  • Ligações entre palavras: falantes nativos conectam as palavras juntando dois sons, fazendo um som desaparecer ou simplesmente trocando o som de uma letra.
  • Contrações: elas são perceptíveis mesmo na escrita, como "I + am" que fica "I'm" ou o "do + not" que vira "don't", mas a tendência é que ocorram com mais frequência na fala.
  • Tonicidade: você já deve ter ouvido falar de sílaba tônica, né? Pois então, no inglês também existe isso. É importante você reparar na parte da palavra que possui mais "força" quando dita, caso a tonicidade seja colocada em uma sílaba incorreta, a pronúncia dessa palavra vai estar errada e causar estranhamento em falantes nativos da língua.
  • Ritmo: o ritmo é o resultado dos outros três pontos. Toda língua possui um ritmo e o inglês não é exceção. Observe como um falante nativo se expressa em inglês e tente copiá-lo utilizando o shadowing.


Mas o que é o shadowing?

Em poucas palavras, é uma técnica de imitação. Você ouve como um falante nativo diz algo e tenta copiá-lo ao mesmo tempo, assim como uma "sombra" (daí o nome: shadow = sombra). Escolha um vídeo, uma música, um podcast, uma série ou um filme que tenha legendas em inglês, ouça muitas vezes e tente copiar.
 

3. Aumente a sua compreensão


A melhor maneira de aprender um idioma e melhorar suas habilidades é ouvindo ele com mais frequência. Para isso, você precisa ter contato constante com a língua, seja através de filmes e séries, documentários, noticiários, podcasts ou músicas.

Mas esse contato não precisa ser só através da audição. Você também pode ler artigos, revistas, jornais e livros. Isso vai ajudar principalmente com o seu vocabulário, mas também com a construção de frases no geral.
 

4. Melhore a sua produção


De nada adianta você saber palavras se você não sabe como pronunciá-las. Isso significa que você deve praticar: escute um falante nativo ou até mesmo um dicionário online e repita as palavras que você escutar. Faça isso diversas vezes, até você estar confiante de que sua pronúncia está bem perto da de um falante nativo.
 

5. Grave-se, em vídeo ou áudio, e analise o resultado


Essa é a dica mais importante quando queremos melhorar nossa pronúncia!

Sabemos que a maioria das pessoas não gosta de ouvir sua voz, mas essa é uma ótima maneira de melhorar a pronúncia! Ouvir a si mesmo faz você perceber coisas que não notava antes.

Você também pode notar como vai melhorando com o tempo e até mesmo ficar surpreso com o quanto a sua pronúncia é melhor do que você pensava! Você também pode levar a sua gravação para o seu professor, para um amigo nativo ou mais experiente e pedir um feedback.
 

6. Pense em inglês


Nós já explicamos o porquê de traduzir ser uma furada e sempre incentivamos que você deve aprender a pensar em inglês. Afinal, se você já pensa em inglês, leva menos tempo para produzir ou responder em conversas cotidianas.

"E qual a relação disso com a pronúncia?", você se pergunta.

Simples! Evitando a tradução e pensando diretamente em inglês, você "dribla" as interferências da língua materna e corre menos riscos de "deslizar" na hora de pronunciar as palavras. Além disso, você vai se expressar de forma mais eloquente e vai poder mostrar os avanços que obteve ao seguir as outras dicas.
 

7. Divirta-se!


Convenhamos, é muito mais fácil aprender algo novo quando você está se divertindo. Se você gosta do que faz, com certeza vai alcançar o sucesso.

Não veja o processo de aprender uma língua como um fardo. Encontre razões para se manter motivado e tenha em mente os seus objetivos. Lembre-se sempre do propósito por trás dos seus esforços!

Pratique a pronúncia das palavras em contextos que sejam agradáveis e divertidos para você, usando suas músicas preferidas, seus seriados do coração, seus podcasts queridos etc. Você também pode inserir "tolices" quando estiver praticando a língua, para tornar o processo mais divertido. Além de cantar suas músicas preferidas, você pode praticar sua pronúncia com trava-línguas.
 

8. Invista em um curso de conversação


Para melhorar a sua pronúncia em inglês, é importante também ter feedback de um professor. Além de poder identificar os pontos que devem ser melhorados, o professor pode te indicar a melhor forma de fazer isso.

Por isso, considere investir em um curso de conversação. Além de aprender a se comunicar melhor em inglês, você vai ganhar mais confiança para usar a língua, adquirir mais vocabulário e aperfeiçoar a pronúncia.

Cá entre nós… A TopWay tem um curso de conversação chamado Talk. Você pode saber mais sobre ele aqui.


Por isso, bora lá! Escolha o método de sua preferência para expandir seu vocabulário, corrigir sua pronúncia e impulsionar seu inglês. Não se esqueça de praticar o máximo possível e que a audição é a base para a fala. Então, não deixe de também exercitar o seu listening!

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias similares para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com o uso dessa tecnologia.