Trip

25 de Abril de 2019

16 situações que só quem gosta de viajar vai entender

Se você ama viajar vai entender todas essas situações muito bem

Milhões de pessoas desembarcam em aeroportos e rodoviárias todos os dias. São milhares de viagens para outros países e milhares de viagens dentro do próprio país, de um estado para o outro, ou até mesmo intermunicipais. Independente do destino ou motivo que levam as pessoas a viajarem, os números são grandes.

 

No caso de brasileiros viajando para o exterior, em 2017 houve 1,2 milhão de embarques para diversos destinos ao redor do mundo e esse número segue crescendo em 2019. Entre os destinos favoritos dos brasileiros estão: Estados Unidos, França, Chile e Canadá. Dentro do país são milhares de viagens tendo como principais destinos os estados de São Paulo e Rio de Janeiro. 

 

A questão aqui é: são muitas pessoas viajando pelo mundo e muita gente que gosta de viajar. São viagens a trabalho, para aprender um novo idioma, por obrigações e muitas viagens por gosto mesmo. 

Todo ano sobe o número de pessoas procurando por um intercâmbio, por exemplo. O mesmo acontece com pessoas que saem para se aventurar e conhecer o mundo através dos famosos ‘mochilões’ (viagens feitas geralmente por jovens dispostos a conhecer novas culturas, histórias e pessoas de todos os lugares do mundo). 

 

Agora vamos ver algumas situações que só quem gosta de viajar ou viaja muito no dia a dia vai entender: 

 

   1) Encontrar uma promoção de passagens aéreas (ou de ônibus mesmo), morrer de vontade de comprar e não poder porque já estourou o limite do cartão de crédito na última viagem.

 

2) Reservar um quarto em um hostel pensando em conhecer pessoas para trocar dicas sobre o lugar, mas encontrar o quarto compartilhado vazio (o que pode acabar sendo bom se você quiser descansar e um pouquinho de sossego durante a viagem).


3) Não conseguir dormir nas noites que antecedem a viagem porque está pensando se separou tudo, se comprou as passagens certas, se reservou o quarto certo, enfim. A ansiedade pré-viagem pode ser bem forte.

4) Ficar checando preços de passagens áreas e de ônibus em sites constantemente. Constamentemente mesmo. Tipo todos os dias.

 

    5) Viver tentando experimentar algo da culiná ria local, mas sofrer com algum tempero específico. (O que dói no bolso porque você podia ter gasto com outra coisa).

 

6) Ter o banho salvo pelos brindes dos hotéis e dos hostels – amém mini xampu e sabonete!

7) Deixar de comer algo para juntar dinheiro pra próxima viagem. “São só R$ 3,00! Ahhh, mas esse dinheiro pode fazer falta na minha próxima viagem”  

 

8) Aproveitar tudo o que pode do café da manhã do hotel ou do hostel pra segurar a fome durante o dia (a grana tá curta, afinal você viaja muito).

 

9) Misturar idiomas quando vai falar com alguém (Essa é pra pessoas que viajam muito ao redor do mundo).

 

10) Fazer ótimas amizades nos hotéis ou passeios e ter que se acostumar com despedidas de um dia para o outro. ‘Poxa, por que não peguei o contato dele?’

11) Converter todo dinheiro gasto com possibilidades de viagens. Exemplo: “Com o dinheiro que gastei nesse computador novo eu poderia viajar três vezes”.

 

12) Chegar de uma viagem já planejando a próxima. Ou chegar de uma viagem longa no domingo e ter que trabalhar na segunda-feira.


13) Ter tantos pontos turísticos na cidade onde você está que você não sabe para onde ir (e se vai dar tempo de conhecer tudo. Espero que sim!) 

 

14) Não se importar com o destino. O que é importa são as memórias, as experiências, a comida, os altos e baixos (e o preço da passagem, é claro). 

15) Viver tendo que lidar com escalas e conexões onde parece que o tempo não passa (e o  wi-fi não quer conectar de jeito nenhum). 

 

16) Viajar sozinho e se sentir livre como um pássaro! Ser seu próprio guia e conhecer diversos lugares do mundo pode ser libertador.

 

E aí, o que achou? Lembrou de outras situações que você já passou em viagens? Conta pra gente nos comentários!